Veja o que muda na nova fase de transição em São Paulo

O governo de São Paulo prorrogou, nesta sexta-feira (7), a fase de transição por mais duas semana em todo o estado. As novas medidas começam a valer neste sábado (8) e devem durar até o dia 23 de maio. 

A nova prorrogação tem algumas mudanças em relação à anterior, como a extensão do horário do comércio e restaurante até 21h e ampliação da taxa de ocupação para 30%. O anúncio foi feito pelo governador João Doria (PSDB) durante coletiva no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista. Confira a seguir o que muda nesta nova etapa:

Restaurantes e comércios

Os restaurantes e o comércios ganharam uma hora a mais e agora podem funcionar entre 6h e 21h. A capacidade de ocupação também aumentou para 30%.

Salões de beleza e barbearias

Os salões de beleza e barbearias também tiveram seu horário de funcionamento estendido e  podem ficar abertos entre 6h e 21h, com uma taxa de ocupação de 30%.

Academias, parques estaduais e municipais

As academias seguem o mesmo critério dos outros estabelecimentos comerciais e podem ter suas atividades entre 6h e 21h, respeitando a nova taxa de ocupação máxima. Já os parques municipais e estaduais ficarão abertos ao público das 3h às 18h.

Atividades religiosas

O governador João Doria (PSDB) liberou as atividades religiosas presencias individuais e coletivas em todo o estado. 

Toque de recolher

O toque de recolher foi reduzido em uma hora. Ele agora passa a valer das 21h às 5h. 

Vacinação 

O estado de São Paulo também anunciou que irá vacinar pessoas com deficiência permanente e com comorbidades entre 50 e 54 anos no dia 14 de maio. O grupo é composto por 865 mil pessoas. Veja o calendário atualizado da vacinação paulista:

Fonte noticias.r7.com/saude