Uma hérnia abdominal pode estourar?

hérnia abdominal pode estourar

Uma das principais consequências de uma hérnia abdominal é o seu estouro, condição que, se não for tratada com imediata intervenção cirúrgica, pode resultar até mesmo no óbito do paciente.

A hérnia estoura como resultado de um estrangulamento herniário, condição em que a hérnia fica aprisionada na abertura que permitiu o seu extravasamento.

Consequentemente, a alça intestinal estrangulada é acometida por uma torção e não pode receber mais sangue e oxigênio, então, no pior dos casos, toda esta região do intestino entra em falência. A porção atingida se rompe e acontece a perfuração do intestino, em que as fezes e todo o líquido intestinal transborda para o interior do abdômen.

Quando ocorre o vazamento do líquido intestinal, o paciente pode falecer.

Principais sintomas

A torção da alça intestinal pode resultar, principalmente, em dificuldade para:

  • Eliminação de gases e fezes;
  • Realização de esforços físicos, que podem resultar em dores abdominais intensas, que podem se tornar insuportáveis.

A forte cor vermelha ou azulada na região da barriga, onde surgem as protuberâncias associadas à hérnia abdominal, e a prisão de ventre também são outro sintoma deste mal.

Ainda que alguns pacientes vivam por algum tempo sem apresentar quaisquer sintomas, a hérnia ainda pode ocorrer um estrangulamento e, consequentemente, estourar.

A falta de sintomas pode ocorrer em diversas condições, infelizmente, o que ressalta a importância de estar sempre em contato com especialistas, monitorando a sua saúde por meio de consultas e exames de rotina.

O que acontece quando a hérnia está perto de estourar?

A iminência do estouro da hérnia traz sofrimento cada vez mais intenso àqueles que são acometidos pela doença. Por isso, o diagnóstico e o tratamento cirúrgico se fazem tão necessários.

Normalmente, o paciente sente dor abdominal que pode aumentar progressivamente. Além disso, como citado anteriormente, um dos principais indicativos é o aumento da região afetada e a presença de uma cor vermelha ou azulada na região.

Ainda que estes sintomas já sejam, por muitas vezes, alarmantes, perto do estouro da hérnia pode ocorrer ainda febre e, principalmente, fraqueza. O paciente também pode apresentar náusea e fortes vômitos.

O que acontece se não operar a hérnia?

Ainda que um grande número das pessoas que sofrem com a hérnia abdominal tente adiar a realização da cirurgia, a intervenção cirúrgica é a única maneira tratar de maneira eficaz a condição.

É importante que o paciente siga a orientação médica e procure pela cirurgia o mais rápido possível, já que, em casos mais graves, a não-operação da hérnia pode aumentar a probabilidade de a condição levar o paciente ao falecimento.

O índice de eficácia do tratamento cirúrgico de uma hérnia abdominal é de estimados 98%. É um dos índices de sucesso mais elevados dentre todos os procedimentos cirúrgicos.

Entretanto, este índice só vale para os casos em que ainda não se observa o estrangulamento intestinal. O que demonstra ainda mais a necessidade de realizar uma cirurgia quanto antes!

Consultar um bom profissional do ramo da medicina, especialista em hérnia abdominal, é fundamental para um diagnóstico precoce e o encaminhamento cirúrgico.