Quais os exercícios físicos mais indicados durante a gestação?

exercícios físicos mais indicados durante a gestação

Quais os exercícios físicos mais indicados durante a gestação? Chega a grande notícia, você está grávida e quer saber se pode continuar fazendo os exercícios a que está acostumada, se é conveniente iniciar novas práticas de atividade física ou, pelo contrário, exercícios são contraindicados.

Hoje vamos discutir todas essas questões e ver quais são os exercícios mais adequados durante a gravidez, aqui neste artigo.

Antes de qualquer coisa, é preciso esclarecer que, se não houver contraindicações, a prática de exercícios moderados durante a gravidez faz bem à mãe e ao bebê. Portanto, não devemos ter medo de continuar com a nossa ginástica ou de iniciá-la gradativamente quando estivermos grávidas: é recomendado se não houver riscos.

Os exercícios podem nos ajudar a aumentar a sensação de bem estar e a manter o peso certo, além de ajudar a aliviar ou prevenir o desconforto durante a gravidez. Também pode nos dar mais energia e preparar o corpo para o trabalho de parto, aumentando o nível de força muscular. Resumindo, todos são vantagens tanto para o corpo quanto para a mente.

Se não tivermos problemas médicos graves e a gravidez não for complicada ou arriscada, será seguro para nós fazermos alguns exercícios. No entanto, é melhor consultar o seu médico antes de iniciar qualquer programa de exercícios, porque cada mulher é diferente e não podemos correr riscos.

Exercícios mais indicados durante a gestação

Confira a seguir quais os exercícios mais indicados durante a gestação:

Caminhada

Caminhar durante a gravidez traz múltiplos benefícios e é uma atividade que pode ser realizada do primeiro ao último momento antes do parto. Na verdade, é recomendável favorecer a chegada do bebê de forma natural.

Caminhando evitamos problemas circulatórios como edema e suas consequências, inchaço das pernas e pés, prisão de ventre, hemorroidas, etc. Além disso, caminhar durante a gravidez ajuda a controlar o ganho de peso sem forçar o corpo, pois é um exercício aeróbio de baixo impacto.

Bicicleta

Andar de bicicleta durante a gravidez é uma atividade que relaxa, tonifica, distrai, ajuda a evitar o excesso de peso (tanto para a mãe quanto para o bebê), melhora a circulação (que causa tantos problemas durante a gravidez).

O ciclismo é recomendado geralmente como uma atividade viável até o quinto ou sexto mês de gravidez. Após esse tempo, o volume da barriga da gestante pode desequilibrá-la e é melhor procurar algo menos perigoso. Uma opção para o alongamento final da gravidez pode ser a bicicleta ergométrica.

Natação

Durante a gravidez, é ideal fazer exercícios na água, pois isso significa que os corpos que nela ficam submersos reduzem muito o peso físico e diminuem o risco de se machucar ou tensionar os músculos.

Outra vantagem é que o corpo da gestante não superaquece excessivamente. E junto com esses pontos, a natação ou a hidroginástica proporcionam melhora muscular, circulatória e respiratória, reduz dores na região lombar, relaxa, entre outros.

Confira também: Ensaio gestante Anália Franco – O melhor estúdio de fotografia da região!

Yoga

Este exercício melhora a postura corporal e ajuda a prevenir dores nas costas e distúrbios como hemorróidas e vômitos, ajuda a reduzir a pressão e o peso da gravidez, ajuda a eliminar a sensação de cansaço, tensão nervosa e garante maior oxigenação ao feto.

É também um exercício muito relaxante para a mãe, e, durante ele o bebê costuma estar muito atento, favorecendo o vínculo e a comunicação antes do nascimento.

Pilates

Também é benéfico e oferece benefícios semelhantes aos da ioga. Basta ter em mente que é necessário evitar posturas ou exercícios que pressionem a barriga ou coloquem em risco o equilíbrio.

Alongamentos

Podemos fazer um plano de alongamento da coluna em casa, assim como outros alongamentos, para complementar outras atividades físicas e conseguir flexibilidade, relaxamento, tonificação muscular.

Esses exercícios, junto com outros para pernas, braços, abdominais ou exercícios de Kegel são comuns em salas do parto, mas podemos fazê-las confortavelmente em casa.

Cuidados ao realizar exercícios durante a gestação

De qualquer modo, como mencionamos, é bom consultar o nosso médico antes de iniciar o nosso plano de exercícios, caso ele considere que existe algum risco particular na nossa situação.

Além disso, é preciso estar atento as seguintes informações:

Se notarmos algum dos seguintes sintomas, devemos interromper qualquer exercício e ir ao ginecologista: sangramento vaginal, dificuldade ou esforço para respirar antes de iniciar a atividade física, tontura, dor de cabeça, desconforto no peito, fraqueza muscular, dor ou inchaço nas panturrilhas, contrações, redução do movimento do feto, visão turva ou vazamento de fluido da vagina.

Esperamos que com todas essas dicas você esteja disposta a desfrutar de um exercício saudável durante a gravidez, benéfico tanto para a futura mãe quanto para o bebê.