Quais as vantagens de usar o cinema para publicidade?

cinema

Com o tempo, uma série de inovações chegaram em nosso cotidiano, em todas áreas, seja na saúde, na odontologia; com o Invisalign, na moda, e até mesmo no entretenimento. Entretanto, existem ideias que nunca saem de vista, mas são constantemente aprimoradas, como é o caso do cinema. O cinema é uma forma de entretenimento que mesmo muito tempo depois de sua invenção, ainda continua atraindo um grande público.

Em meio a grandes filmes de sucesso internacionalmente e nacionalmente, os telespectadores também são impactados pelas marcas que são anexadas em meio ao roteiro. Pelo público em potencial e fiel, a publicidade no cinema é algo que traz um retorno considerável e vem sendo bastante abordada nas estratégias de marketing de empresas.

Uma vez que você se lembra de uma cena em que determinado produto aparece em meio a um dialogo, o nome dado a essa estratégia de marketing é productplacement. Uma vez que está emerso ao filme, é a estratégia perfeita para captar um cliente em potencial naturalmente. Essa estratégia ocorre também em meio a séries e telenovelas. Veja as vantagens de utilizar a publicidade no cinema:

Os benefícios da publicidade no cinema

A indústria cinematográfica impacta um grande público ao redor do mundo, sendo que o número de pessoas atingidas pelos filmes e projetos do setor são exorbitantes. As marcas, então, identificaram o momento de lazer e a intimidade do público com esse meio de comunicação como uma oportunidade lucrativa.

Proximidade com o consumidor final

O diferencial de investir nessa abordagem publicitaria é que não se é preciso intermediários entre o público-alvo e sua empresa. Desse modo, as propagandas são objetivadas para impactar diretamente o consumidor final em meio a um momento de lazer. Portanto, a pessoa está vendo um filme ou determinada produção audiovisual na sala de cinema, é moldada a forma de determinada cena e se relacionando de alguma forma com determinado personagem.

Como sendo uma abordagem natural, o telespectador não se incomoda, e sem perceber, é impactado mentalmente com a presença da marca, ainda mais se existe algum tipo de ligação emotiva, seja com o filme em si ou o personagem presente na cena. Para que o efeito seja vantajoso para a marca, essa estratégia deve ser montada com antecedência, juntamente com o apoio dos roteiristas da produção.

Visualidade

Para conseguir uma maior visualidade para sua marca, investir em publicidade em bilheterias podem trazer uma série de benefícios, mesmo que o investimento seja considerável. Longas-metragens são uma forma de divulgar a marca para um grande número de pessoas, entretanto, deve-se levar em conta o alto valor a ser depositado para a execução dessa estratégia.

Essa visualidade se destaca em meio a demais meios de comunicação e veículos de divulgação. É por meio de uma estratégia de captação bem formulada que a campanha tem sucesso e através da continua rodagem do filme, mesmo fora das telonas, faz com que o efeito pode ser percebido por um longo período de tempo. Essa longa perpetuação é capaz de proporcionar lucratividade e vendas de longa escala.

Alta qualidade de imagem e som

O cinema possui os seus fieis seguidores, que mesmo pela transmissão de longas por canais de televisão e serviços de streaming, ainda possuem a preferência de frequentarem as suas salas e sessões. Esse fato pode ser justificável a alta qualidade da imagem e som, permitindo uma maior conexão com o espectador. Além desse fator, o conforto da sala também é levado em conta e atualmente é um fator de relevante investimento.

É por meio desses fatores; da fidelidade, da qualidade da experiência e do conforto que se tem a certeza da presença e da audiência do público, influenciando também na maior aceitação do aparecimento explícito do produto.

Propensão do consumidor em assistir algo

É importante realizar a análise do público-alvo do filme, avaliando se ele é similar ao da sua marca e produto. Quando o potencial consumidor está assistindo o filme na sala de cinema, a ambiente e a experiência faz com que fique ainda mais fácil chamar a sua atenção e atingir o objetivo.

Com as alterações nas formas de consumo de entretenimento, é importante que as empresas sejam flexíveis e busquem sempre está bem posicionadas e nos lugares certos; que é o lugar em que seu cliente está. É importante se ter noção do seu público-alvo e dos hábitos de sua persona antes de definir uma estratégia de marca. As salas de cinema podem ser o lugar certo, porém somente pela abordagem no filme certo e pelos espectadores certos.

Entretenimento em casa: saiba como se divertir no conforto do lar

Entretenimento em casa

Com a pandemia, tivemos que mudar totalmente a nossa rotina, o que fez muitas pessoas se desanimarem e se acomodarem dentro de casa. Entretanto, dentro de casa existem uma série de oportunidades e experiências que podem fazer o dia de você e sua família. Mesmo na falta de passeios no parque, no shopping ou no centro da cidade, ou sem os compromissos como a ida a igreja, ao médico, ou ao dentista Lavras, ficar dentro de casa pode sim não se limitar a momentos de tédio.

Uma solução para esse problema é a criação de um espaço de entretenimento em casa. A criação desse lugar em sua casa pode ser a dosagem perfeita de conforto e diversão que você precisava. Existem uma série de tecnologias que podem te ajudar a alcançar essa meta; confira algumas dicas para a criação desse espaço especial:

Diversão em família: coleção de momentos felizes

Antes de começar a confecção do espaço de entretenimento, realize antes o planejamento do local, procurando saber e sanar os gostos que cada membro da família possui. O espaço só será significativo se conseguir alcançar o objetivo de ser um ambiente divertido para todos. É interessante pensar não só na família, mas também em amigos e possíveis futuras visitas.

Para quem possui crianças dentro de casa, o espaço será diferente do que quem possui adolescentes, necessitando de um ambiente mais dinâmico e menos tecnológico. Isso se deve ao interesse das crianças por algo mais colorido, palpável, lúdico e instigante, procure por brinquedos e jogos que se encaixem nessas definições. No caso dos adolescentes, a tecnologia está fortemente presente nos seus gostos e demais formas de passar o tempo, o que faz um videogame, um computador ou uma televisão despertarem a sua atenção.

É interessante que no processo de planejamento se liste as atividades que mais chamam a atenção das pessoas que moram na casa, noites de filmes, de karaokê, com rodadas de jogos de cartas ou tabuleiro são bem vindas. O planejamento é crucial para que o ambiente seja confortável, agradável e divertido, sem exceções.

Um ambiente acessível e atraente

A próxima fase será a escolha do cômodo ideal, seja a varanda, a sala de estar, ou até mesmo a parte de algum quarto, a otimização pode ser uma opção. Uma simples alteração já pode ser suficiente para renovar o ar do cômodo. Caso não queira gastar, busque reunir todos os elementos dentre as restrições que já possui em sua casa em um mesmo lugar.

Visualizar a experiência que almeja ter em seus momentos livres é uma solução para um ambiente ainda mais atrativo. Se o seu objetivo com o espaço é ter momentos de relaxamento e lazer, tenha plena noção disso ao prepará-lo. Procure acertar quanto aos móveis, a decoração e a iluminação, dicas na internet são sempre bem vindas. Existem profissionais que podem te ajudar quanto a isso, como designer de interiores e personalorganizer, muitos estão atendendo por chamadas de vídeo devido as atuais circunstâncias. A ajuda da tecnologia também é essencial, uma vez que existem uma série de inovações capazes de promover um entretenimento de qualidade.

Tecnologias e entretenimento: praticidade no dia-a-dia

Depois do planejamento completo, para quem deseja investir em um ambiente mais tecnológico existem diversas opções para se escolher, como a TV, o home theater, o videogame, aparelhos de som e karaokê. A tecnologia pode ser a solução que você precisava para combater o tédio e unir a sua família. Caso não seja a hora de realizar esse investimento, se limite em realizar jogos e dinâmicas em família, é importante que em momentos como esse todos se sintam confortáveis e em segurança. O entretenimento é uma forma de distração, mas se distrair pode ser a melhor fonte de relaxamento mental.

Logo, se a sua intenção é melhorar a experiência dentro de casa considere essa junção de gostos em um espaço só. Com o isolamento social, ficou bem mais difícil de se manter otimista, a monotonia do cotidiano foi capaz de trazer angústia e desanimo as atividades do dia-a-dia. Dessa forma, nada como sanar esse vazio e a saudade de outros eventos da vida com momentos felizes em família. Alternativas como o home-office surgiram, fazendo com que apareça demais alternativas que ultrapassem o trabalho, indo para as demais vertentes, como o lazer e entretenimento.

Música: arte ou entretenimento?

Música

A música possui uma forte presença em nosso cotidiano, mas, como toda criação humana, é constantemente relacionada a outro termo. Afinal de contas, a música é arte ou entretenimento?

Há aqueles que a relacionam a arte, mas outros que rebatem e defendem que o dinheiro corrompeu a arte, que deixou de ser algo emotivo para atender a expectativa de lucro. Artistas que se motivam a apenas o entretenimento do público fortalecem essa ideia. Entretanto, do que se trata esses conceitos? Leia mais:

Arte e entretenimento

A arte se trata de um conceito extremamente amplo e até mesmo difícil de ser definido. Esse conceito para muitos engloba a capacidade de desenvolver algo inovador e inédito, que permita uma ligação direta ou indireta do expectador da obra. Muitos interligam essa vertente ao emocional.

É através do conflito desse fator emocional com o fator racional que surge a definição pessoal de cada um sobre a arte. Há aqueles que veem a arte como algo puro e só objetividade pelos sentimentos e emoção. Contudo, se a finalidade da música é entreter ela, a partir dessa perspectiva, já não é considerada mais arte.

No entanto, há também quem apoie a relação entre o entretenimento e a arte. É sobre essa perspectiva que surge a ligação entre música com o objetivo de entretenimento ou não, é em seu estado considerada arte, uma vez que se entreter é libertar as emoções e manter uma conexão com o público.

Lucro de produção

É no momento que o tópico do dinheiro entra em questão que a conversa geralmente rende mais, pois existem produtores que só entraram no mercado visando justamente um melhor retorno. Todos trabalham visando um lucro para realizar suas metas, isso é normal, porém, pelo motivo da pauta ser especificamente o relacionamento entre música e arte, muitos a descartam nesse assunto.

Logo, quando a música é relacionada apenas ao dinheiro, não significa que ela não possui certa qualidade, mas não foi tão íntima quanto as demais, e com isso, é a falta desse sentimentalismo que o artístico é descartado.

Artistas e produtores

Quem está por dentro da música, seus lançamentos e polêmicas, sabe que frequentemente, artistas e produtores se desentendem e vão parar na justiça. Os produtores que visam o lucro geralmente inibem o artista, seja cantor ou banda, de se expressar e o impedem de ter intervenção nos detalhes e nas características da própria música. O apoio da gravadora pesa, e muitas vezes o músico tem sua liberdade e criatividade silenciada.

Os artistas musicais também podem ter interesse somente no financeiro de seu trabalho, nada impede de ser sua própria decisão não ter contato com a produção da música em si; mas, para quem não acha esse fator relevante, a música continua sendo arte, e a arte continua podendo ser enraizada na música. A verdade no final das contas é que para a música ser considerada arte ou entretenimento depende de quem a produz e quem a escuta.