A tendência E-girl, saiba tudo sobre esse novo estilo

E-girl

Se você é amante das redes sociais e se considera uma pessoa conectada, já viu ou conhece alguma garota e-girl ou algum e-boy da rede social. As e-girls possuem um estilo bem marcante, geralmente com peças chaves como saias e meia arrastão, compreendendo peças de sua maioria escuras. As roupas geralmente são uma mistura de peças típicas dos anos 90 e de estilos mais atuais.

As e-girls adoram abusar de acessórios, como anéis, pulseiras, cordões e principalmente piercings, possuindo um conceito de estilo totalmente aesthetic. As maquiagens também são importantes para a composição do estilo, com traços fortes ou “fofos”. O cabelo das e-girls em sua maioria são curtos ou cabelos longos de pontas coloridas, lembrando da onda de cores de aparelho diferentes. Com referências emo e góticas, compreendem principalmente a geração que nasceu nos anos 2000, que já vem de ramificações como gamers, otakus e geeks. Saiba mais sobre esse novo estilo e suas particularidades:

O que é e-girl?

As e-girls compreende a mais nova tendência de estilo vinda da internet e mediada pelos seus influencers. Com suas referências ao emo do começo dos anos 2000, são comumente amantes de jogos eletrônicos e de peças escuras e de contraste pesado. Antes da nova onda, o termo “e-girl” deixou de ser algo negativo e começou a nomear o conceito de eletronic girls que está bombando no TikTok; plataforma de vídeos curtos. A #egirl do aplicativo conta com milhares de postagens com grande número de visualizações que mostra desde transformações aos famosos challenges da rede social.

Os looks das e-girls

Responsáveis por chamarem forte atenção ao seu estilo pesado, com peças de roupa e acessórios de cores escuras, o look das e-girls é marcado também por cabelos com degradês e pintados por duas ou mais cores. A maquiagem compreende um delineado escuro e grosso ao redor dos olhos, abuso do uso do blush rosa; para reforçar a imagem “fofa”, além da finalização com sombras diferentes, com a presença de fortes cores e traços. As sombras das e-girls são comumente coloridas, possuindo desenhos no rosto.

As blusas de banda são outra característica das e-girls que voltaram de tendências já existentes, no caso a onda rock e grunge. Essa particularidade do estilo também é vista no conceito emo dos anos 2000 e que é sua principal referência. As camisas são geralmente longas e da cor preta, e são combinadas as correntes e cintos que são acessórios que não podem faltar na combinação das eletronic girls. O gosto musical tem como musas as cantoras Avril Lavigne e Billie Eilish, que são consideradas percussoras dessa tendência.

Peças de roupas com estampas geométricas também são a referências do emo para esse estilo; tule e cores neon trazem um ar contemporâneo ao look. As pochetes, os chokers, os pompons e os óculos chamativos também voltaram com tudo, e as cores podem variar entre tons pastéis até os pesados, que é a chave do contraste que marca o estilo. Peças xadrez também possuem força, além de acessórios comuns do estilo punk.

E-girls vs VSCO girls e soft girls

As E-girls, mesmo se assemelhando a outros estilos, tanto passados como atuais, possui as suas características delimitadas. Mesmo que geralmente entrem na identificação de soft girls e VSCO girls, pode se afastar desse movimento uma vez que esse conceito possui geralmente um visual mais simples e clean, mais comum e menos chamativo, e que lembra o conceito posteriormente chamado “Tumblr girls”.

As soft girls são reconhecidas pelo seu conceito limitado no fofo e infantil até certo ponto, de grande semelhança para com as “baby girls”. Abusam de roupas juvenis, como vestidos coloridos e saias, além de aderirem constantemente o rosa, tonalidades pastéis, que são o que reforça o traço infantil. Já as VSCO girls possuem um estilo mais vivo e descontraído, perpetuando uma vibe praiana. Os tons pastéis, as bijuterias de conchas e a mochila Fjallraven são características marcantes.

Como aderir esse estilo?

Antes de se aventurar em um estilo diferente você deve ter o seu ponto inicial para realizar a mudança. Procure sempre por referências fixas de estilo para não se misturar e não mude de estilo por tendências, vista sempre o que se identifica e o que te faz se sentir confortável. Para quem quer se sentir melhor consigo mesma, a mudança de estilo pode ajudar; cortar o cabelo e reformular o guarda roupa são ações que podem fazer com que você leve mais em conta os seus gostos e se conheça mais.