Claudia Rodrigues recebe primeira dose da vacina contra covid-19

Claudia Rodrigues recebeu a primeira dose da vacina contra covid-19, na manhã desta terça-feira (25), em São Paulo. A atriz tem 50 anos, possui Esclerose Múltipla (EM), uma doença autoimune, e foi vacinada com o imunizante da Pfizer.

Ela foi flagrada por alguns paparazzis que estavam no local e agradeceu a oportunidade que receber a vacina.

Recentemente, Claudia Rodrigues foi internada em Curitiba após ter uma fissura no ombro e inflamação severa nos ligamentos devido a uma nova lesão na coluna.

Fonte noticias.r7.com/saude

Cores de aparelho para morenas: saiba escolher a que melhor combina com você

A escolha da cor certa de aparelho dental pode ser de grande influência para o dia a dia de cada paciente, ainda mais por conta das combinações que precisam ser analisadas, como cores de aparelho para pessoas morenas. Dentre todas as cores de aparelho que podem ser utilizadas para tal procedimento é preciso ter atenção …

O post Cores de aparelho para morenas: saiba escolher a que melhor combina com você apareceu primeiro em Clinica OralDents.

Cantor do Br’OZ é internado em UTI por covid-19: ‘Pulmão está cansado’

Bruna Barcelos, mulher de Jhean Marcell, integrante do Br’oZ, usou uma rede social da banda para comunicar que o marido foi transferido para uma UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) onde está sendo cuidado após contrair a covid-19.

No post, Bruna disse que o cantor vinha tratando da doença em casa, mas que no entanto, teve uma piora no quadro e precisou ser hospitalizado. 

“Pessoal, estou aqui invadindo o perfil do Br’oZ pra pedir a oração de vocês. Jhean foi internado quinta, hoje seguiu pra UTI pra ser bem cuidado por lá. Pra quem não sabe, ele atestou positivo para a COVID. Ficou sendo cuidado em casa, mas quinta, devido a baixa saturação foi pro hospital. Os exames dele são super positivos. Só o pulmão do nosso cantor que está cansado, precisando de cuidados mais intensos. Quem o conhece sabe que ele é super discreto. Ele nem quis em momento algum postar algo por aqui. Mas, o momento agora pede a união de todos. Sei o quanto ele é querido por vocês aqui. Vamos junto comigo? Bjo grande @brunabarcelos”, pediu. 

Os fãs da banda deixaram comentários no campo de mensagens desejando plena recuperação para o músico.

Fonte noticias.r7.com/saude

Polícia interdita bingo frequentado por idosos em Santo André (SP)

Uma operação conjunta entre a Guarda Civil Municipal e a Polícia Civil de Santo André (SP) estourou um bingo clandestino em Santo André, na região metropolitana de São Paulo, no início da madrugada deste sábado (22).

Agentes da guarda receberam uma denúncia de um possível evento acontecendo na avenida Queirós dos Santos, altura do número 684, região do Centro de Santo André.

As forças de segurança integradas da GCM e do GOE (Grupo de Operações Especiais) foram ao local e estouraram a entrada, encontrando cerca de 175 pessoas, sendo várias idosas, aglomeradas em um bingo clandestino. Muitas delas estavam sem máscara.

No local, que é fechado e sem ventilação, havia mais de cerca de 165 máquinas de jogos para os frequentadores. Todo material está sendo apreendido pela polícia e o local será lacrado.

A ocorrência segue sendo registrada no 1° DP de Santo André. A reportagem solicitou uma nota à prefeitura de Santo André. Veja a resposta:

A Prefeitura de Santo André lacrou na madrugada deste sábado (22) um estabelecimento que funcionava como bingo clandestino na avenida Queirós dos Santos. No momento do flagrante pelos agentes da Operação Comércio Responsável, cerca de 175 pessoas estavam dentro do espaço, em sua maioria idosos, além de 166 máquinas caça-níqueis.

A ação contou com agentes do Departamento de Controle Urbano, Semasa e Guarda Civil Municipal, além das polícias Civil e Militar, e Corpo de Bombeiros. Além de se considerada uma atividade proibida, o bingo clandestino era em uma área toda fechada, sem qualquer ventilação, situação que vai contra todas as normas sanitárias e de prevenção estabelecidas pelos órgãos de saúde.

Para ter acesso ao local foi necessário o arrombamento da porta pelas forças policiais. No estacionamento que havia no terreno, diversos carros estavam estacionados no momento da abordagem das equipes. O local  foi interditado pelos agentes da Prefeitura, dentro da Operação Comércio Responsável. O caso foi registrado no 1 Distrito Policial da cidade.

Fonte noticias.r7.com/saude

Efetividade da Coronavac varia de 61,8% a 28% a partir dos 70 anos

Um estudo preliminar divulgado nesta sexta-feira (21), indica que a efetividade da Coronavac cai conforme a idade e varia de 61,8% a 28% a partir dos 70 anos. A pesquisa foi publicada na plataforma MedRxiv e ainda está na fase pré-print, ou seja, não foi revisado por outros cientistas. O trabalho mostra ainda que o imunizante não confere nenhuma proteção com apenas uma dose.

A pesquisa foi realizada pelo grupo Vebra Covid-19, que reúne pesquisadores brasileiros e estrangeiros de instituições como Fiocruz e Instituto Global de Saúde de Barcelona para avaliar a efetividade das vacinas em uso no Brasil. O projeto tem apoio financeiro da Opas (Organização Panamericana da Saúde).

Os testes de efetividade são considerados os “estudos de vida real”, ou seja, medem a taxa de proteção da vacina quando ela é aplicada em massa na população e fora do ambiente controlado de uma pesquisa clínica.

A pesquisa avaliou o desempenho da vacina em idosos de 70 anos ou mais vacinados no Estado de São Paulo entre janeiro e o final de abril, período em que a variante P.1 já era predominante.

Os cientistas analisaram dados de 15.900 pessoas com suspeita de covid (tanto testes negativos quanto positivos) para calcular a taxa de proteção, chegando à conclusão de que há redução da efetividade conforme aumenta a idade, o que, segundo os cientistas, ocorre também com o imunizante contra a gripe “e é esperado que ocorra em outras vacinas”.

De acordo com o artigo, a efetividade encontrada foi de 61,8% na faixa etária dos 70 aos 74 anos; 48,9% nas pessoas de 75 a 79 anos e de 28% acima dos 80 anos. A média de efetividade em todo o grupo foi de 42%.

Em comunicado à imprensa, o grupo Vebra esclareceu que os dados de efetividade da Coronavac contra casos graves e mortes em idosos a partir de 70 anos ainda estão em análise.

Estudo do tipo feito no Chile e divulgado no mês passado apontou 80% de proteção contra mortes e 85% contra hospitalizações, considerando o período de 14 dias após a segunda dose. Os dados do estudo chileno, porém, não tinham informações detalhadas por faixa etária.

O estudo sobre o cenário brasileiro traz ainda a informação que a Coronavac não conferiu nenhuma proteção com apenas uma dose, dado especialmente preocupante diante do imenso número de brasileiros que ainda não completaram o esquema vacinal. Conforme revelado pelo Estadão na última terça-feira, 4,5 milhões de brasileiros estão com a segunda aplicação da Coronavac atrasada.

As taxas de eficácia medidas pelo grupo e citadas no estudo referem-se ao período de 14 dias depois da aplicação da segunda dose. Entre o 1º e o 13º dia após a dose de reforço, a proteção ficou em 18%.

Questionado sobre eventuais mudanças no uso da Coronavac entre públicos prioritários e a eventual necessidade de aplicação de dose de reforço em idosos, o Ministério da Saúde informou que monitora os estudos de vacinas e que segue o que está na bula dos imunizantes. Como a Coronavac está indicada para idosos, a pasta afirma que manterá a estratégia de vacinação até surgirem novas evidências.

Também procurado, o Instituto Butantan afirmou que a Coronavac “se mostrou segura e eficaz, com indicação de uso para toda a população adulta, incluindo os idosos”. Disse ainda que a vacina “não é barreira para a infecção pelo vírus Sars-Cov-2, mas reduz expressivamente o risco de uma pessoa ter a doença causada pelo vírus, evitando, sobretudo, quadros graves, hospitalizações e mortes”.

Destacou ainda que, nos testes clínicos realizados pelo Butantan no Brasil, a resposta imunológica e a segurança da vacina entre idosos foram semelhantes às verificadas no grupo menor de 60 anos. Vale lembrar, porém, que a resposta imune é a medição de anticorpos nos vacinados e nem sempre é integralmente confirmada na análise de eficácia da vacina. Os dados de eficácia dos estudos brasileiros da Coronavac não foram divulgados por faixa etária.

Por fim, o Butantan ressaltou que os idosos correm maior risco de agravamento pela infecção e, por isso, devem se vacinar. “É importante que as pessoas sigam tomando a vacina, conforme os esquemas adotados pelos gestores de saúde, de modo a se prevenirem contra as complicações do novo coronavírus”, destacou o instituto.

Fonte noticias.r7.com/saude

Conheça os benefícios do antes e depois da lente de contato dental

O antes e depois dos procedimentos de lente de contato dental tem surpreendido muitos pacientes. Com isso, são muitos os adeptos à prática. Com um resultado satisfatório, o antes e depois da lente de contato dental proporciona um sorriso mais branco, bonito e harmonioso. É por esses benefícios que o procedimento estético está atraindo cada …

O post Conheça os benefícios do antes e depois da lente de contato dental apareceu primeiro em Clinica OralDents.

Vantagens e desvantagens da lente de contato dental

Os cuidados ao fazer qualquer procedimento odontológico devem ser grandes, ainda mais se for estético. A lente de contato dental também possui suas desvantagens, e por isso é necessário buscar um profissional de confiança para tal procedimento. Logo, entre tantas vantagens da lente de contato dental, como a rapidez do procedimento, outras questões precisam ser …

O post Vantagens e desvantagens da lente de contato dental apareceu primeiro em Clinica OralDents.