06 dicas para controlar o estresse e a ansiedade

controlar o estresse e a ansiedade

Por causa da correria do cotidiano e da grande quantidade de compromissos e responsabilidades diárias, também momentos se tornaram parte de nossa rotina.

O estresse em si é uma um sinal de que o organismo está sob forte irritação e angústia, e mesmo que possa ser advindo de traumas e da cólica menstrual; um dos motivos para que serve paracetamol, quando constante pode trazer sérios danos à saúde.

A ansiedade, por sua vez, pode ser uma circunstância do estresse, e tem como principal característica o medo do futuro, que também promove tristeza e mal-estar.

Para prevenir e tratar o estresse e a ansiedade é necessário que os cuidados à saúde mental sejam tomados. Saiba quais são essas medidas e traga mais leveza a sua vida.

Prática regular de exercícios

A prática regular de exercícios físicos não está somente ligada a saúde física, mas também a saúde geral de nosso corpo, inclusive a mental.

Além de promover a melhor circulação de sangue, o fortalecimento muscular e o controle e a perda de peso, os exercícios também podem trazer a sensação de bem-estar e ser uma distração a pensamentos negativos.

Deve ser feita ao menos 3 dias na semana, mas, para ainda melhores resultados, 30 minutos diários de caminhada é indicado. Da natação ao futebol, são várias as modalidades que podem ser exploradas de acordo com a sua escolha e gosto.

Boa alimentação

Falando de bons hábitos, a alimentação saudável não poderia estar fora. Uma dieta leve e equilibrada, baseada em legumes, verduras e frutas é essencial para uma melhor uma melhor digestão, sintetização de energia e saúde.

É importante que a dieta leve em conta alimentos que tenham triptofano em sua composição. O triptofano é um aminoácido e pode ser encontrado na banana, castanhas, leguminosas e arroz integral.

A ingestão moderada de chás pode ajudar a controlar a ansiedade e o nervosismo, já que possui sedativos suaves que tranquilizam a mente. Dentre os que possuem melhor efeito estão o chá de camomila e melissa.

Boas noites de sono

A qualidade do sono é um fator decisivo para que haja o devido descanso e recomposição ideal de energia. É pelas boas noites de sono que se consegue acordar com um melhor humor, motivação e se combater as suas alterações.

O indicado é que a noite de sono perdure no mínimo de 6 a 9 horas. Para um sono ainda mais renovador, se preocupe quanto ao conforto, com a ausência de luminosidade e de objetos que dispersem a sua atenção. Ingerir alimentos pesados prestes a se deitar deve ser evitado.

Rotina equilibrada

Para combater diretamente momentos de estresse e ansiedade, é importante começar a planejar melhor sua rotina. A organização permite que imprevistos sejam evitados, assim como situações de desconforto.

Além disso, momentos de lazer não devem ser deixados de lado e subestimados, são eles que permitem um equilíbrio em meio a tantos momentos que exigem muito do esforço físico e do intelecto. São eles também que combatem o cansaço mental e o esgotamento.

Combate aos maus pensamentos

Com uma rotina bem planejada, com momentos de descanso e diversão incluídos, se intermedia e sana pensamentos autodestrutivos pelas distrações. Então, nada melhor do que ter tempo para as coisas que você gosta e te fazem bem.

A inserção de hobbies no cotidiano é uma ótima forma de combater os maus pensamentos, práticas como pintura, dança, música, jogos e escrita podem ser ótimas válvulas de escape e de desabafo para a negatividade.

A prática de esportes também pode ter esse fim, e também pode se adaptar ao seu gosto, já que são várias as modalidades existentes.

Visitas regulares ao psicólogo

Assim como demais problemas que atingem a saúde mental, o estresse e a ansiedade podem ser tratados e prevenidos pelo acompanhamento psicológico.

Assim como as visitas regulares ao consultório médico, as idas ao psicólogo são essenciais para um maior conhecimento situacional e para a criação de um maior vínculo e controle emocional.

Logo, as sessões com um psicólogo não se restringem a identificação de problemas mentais, mas um entendimento sobre suas limitações, necessidades e particularidades.

Os cuidados com a saúde mental são tão importantes como os da saúde física, e assim como eles, devem virar rotina, impedindo que complicações como o estresse e a ansiedade se desenvolvam e tragam ainda mais danos.